Adaptação de motor elétrico em uma bicicleta - Fotos

Espaço para conversas agradáveis entre amigos, sobre nosso modelos ou sobre a competição de automodelos que está rolando, até para aquela piada aviatória ou as fotos do seu avião full escala favorito. O papo deve estar relacionado a modelismo ou aviação.

Moderadores: Alvaro Sala, benites

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Adaptação de motor elétrico em uma bicicleta - Fotos

Mensagempor Ericfly » 26 Fev 2009 13:49

Eu realmente não sabia exatamente em que seção do fórum colocar este tópico, então por favor, srs. moderadores por favor movam se for necessário.

Um tempo atrás ví um tópico aqui no fórum falando sobre adaptação de um motor elétrico em uma bicicleta.
Tem até um motor com KV baixíssimo, e 7000W (ou seja, quase 10 cavalos) na Hobbycity, a 125 dólares, da última vez que ví. É um baita dum motorzão, e só o frete deve ser na casa de 50 dólares, fora o ESC para ele, que eu nem sei se tem por lá.
O fato é que eu gostaria de evitar o trânsito de São Paulo, cada vez mais caótico, e a o mesmo tempo curtir minha bicicleta, quando for ao trabalho e em outros lugares.
Evito trânsito, não poluo, economizo e ainda é um carro a menos no trânsito.
Sei que o correto é biciletas andarem nas ruas. Mas entrando na nossa realidade, bicicletas podem andar na calçada (se não houver muito movimento), andar na contra-mão em ruas pequenas e sem movimento com menos risco que se estivessem andando na mão correta, biciletas podem pegar atalhos por ciclovias, que são poucas mas existem, podem pegar atalhos por praças, parques etc.
Então, há várias vantagens. Há outras desvantagens também: a principal é chegar enxarcado de suor no trabalho, principalmente quando fica depois de uma subida, ou a mais de cinco quilômetros de distância.
Quando falei de eletrificar uma bike, meus amigos me disseram: pra isso existe algo chamado "motocicleta". Talvez eles achassem que eu nunca percebi isso...
Mas... motocicleta tem algumas desvantagens em relação a uma bicicleta:

Custo bem mais alto que uma bicicleta, e adicional ao custo que já tenho com meu carro
Motos boas e baratas são muito visadas para roubo
Impostos
Necessidade de tirar habilitação tipo A, que eu não tenho
Em Sampa, há muitas motos irregulares, e motoqueiros andando com motos roubadas, usando motos para assaltos etc. Resultado: motociclistas com motos que não sejam muito caras são frequentemente parados pela polícia, o que é um estorvo.
Quando eu quiser pedalar, ou seja, me exercitar, a moto não me oferece esta opção
Motos são frequentemente barulhentas
Devido ao péssimo comportamento de boa parte dos motoboys na cidade, as motos não são respeitadas pelos motoristas.
A velocidade mais alta que as motos alcançam, em relação a uma bicicleta, as torna muito perigosas, devido à falta de proteção ao motorista
Em geral, é muito mais fácil achar um canto para estacionar uma bicicleta (qualquer portão, poste ou mesmo dentro de uma casa ou estabelecimento) que uma motocicleta. Basta passar a corrente e pronto.
Bicicletas entram no metrô em sábados a tarde, domingos e feriados
E há outras vantagens mais.

A idéia basicamente é: ir trabalhar usando a potência do motor, chegando em estado apresentável ao compromisso, e voltar pedalando, se exercitando.
A minha bicicleta até que é boa, mas está meio encostada. Pelo menos ela tem suspensão, o que vai aliviar um pouco a buraqueira da cidade. Pelo menos no meu bairro, é só remendo! Os freios também são muito bons.
Encomendei um motor na Hobbycity, é o TGY AerodriveXp SK Series 63-74 170Kv / 3250W
Veja a foto dele mais abaixo.
Acho que ele é para aeros giant. Felizmente o pacote já chegou no Brasil, mas ainda está no RJ. Deve vir imposto, paciência...
Eu tenho já umas boas idéias de como pretendo fazer, mas montei este tópico para pegar dicas, idéias ou mesmo experiências de outros.
O esquema por enquanto é o seguinte:
Redução de 7:1. Será com uma correia dentada do motor até o cubo da roda traseira, ou uma redução de 4:1 com corrente, e outra redução de quase 2:1 antes, entre o motor e o sistema de correntes.
Este sistema fica do lado esquerdo da bicicleta, ou seja, independente e em paralelo ao sistema de tração humana da bicicleta.
Sobre este assunto, gostaria também de dicas. Será que usar correia dentada é uma boa, ou ela afrouxa fácil, pula dente etc? Caso tenha que usar corrente, vou precisar de uma caixa de redução anterior (já pesquisei quais as coroas e pinhões disponíveis). Onde posso encontrar algo do tipo? Deveria fazer esta caixa usando correia dentada (pequena)? Onde encontro correia dentada e as respectivas polias a preços bons?
Neste projeto, do jeito que está, para pedalar eu terei que girar o motor junto, ou seja, mesmo que o motor não esteja ligado, ele vai girar. Com ele desligado, não vai haver grande resistência, só a mecânica, não magnética, mas ainda há esta resistência, além do desgaste dos rolamentos do motor. Para evitar isto, eu precisaria de um rolamento one-way, semelhante à catraca das bicicletas. Alguém sabe onde eu encontro um desses para adaptar?

A roda traseira terá um cubo para freio a disco, e no encaixe do freio a disco será adaptada a coroa, seja de corrente ou de correia dentada.
O motor será instalado logo abaixo do pedivela.
Baterias: quatro baterias de chumbo ácido de 7Ah por 12v, em um conjunto 2S2P, totalizando 24v e 14Ah.
As baterias serão afixadas provavelmente no meio do quadro.
O ESC, até o momento é um Super Simple de 70Ah. Não sei se ele vai aguentar. Talvez seja necessário adaptar um FET mais potente. Gostaria de algum guess sobre isto.
Também gostaria de alguma idéia sobre a questão da frequência a ser usada. Gostaria de lembrar que o motor não tem que tirar a bicicleta da imobilidade: eu posso fazer isto com um pequeno empurrão, ou pedalando. Talvez isto simplifique a vida do ESC.
http://www.hobbycity.com/hobbycity/store/uh_viewItem.asp?idProduct=7340

[img:21f2f9a272]http://www.hobbycity.com/hobbycity/store/catalog/6374-170.jpg[/img:21f2f9a272]
Espécime híbrido de Homo Electricus, Homo Termicus e Homo Slopiens

Avatar do usuário
Sputnicker
membro
Mensagens: 578
Registrado em: 27 Dez 2003 09:08
Localização: Itajai - SC
Contato:

Mensagempor Sputnicker » 26 Fev 2009 14:24

Por que você não compra uma bicicleta elétrica? São bonitas, potentes e são projetadas pra isso.
A bicicleta normal não é projetada para andar com esse excesso de peso nas nossas ruas esburacadas...

Avatar do usuário
Buts
membro
Mensagens: 2164
Registrado em: 16 Fev 2007 12:54
Localização: Vila Velha - ES - 29100-290
Contato:

Mensagempor Buts » 26 Fev 2009 14:53

Já tem um tópico sobre o assunto aqui no fórum..

http://www.e-voo.com/forum/viewtopic.php?t=45903

Em breve estarei postando meus testes, assim que tiver tempo :( E tb arrumar outra bateria...

Avatar do usuário
-=|Novelli|=-
Equipe E-voo.com
Mensagens: 2044
Registrado em: 10 Nov 2003 15:06
Localização: São Paulo SP

Mensagempor -=|Novelli|=- » 26 Fev 2009 15:05

Oi Erick!

Se vc usar correia dentada, pode fazer um tensor com um rolamento, e uma alavanca com mola. O rolamento pressionaria a correia pela parte de fora, criando assim uma tensão mantendo-a esticada. é o que se usa em motores de muitos carros.

Sobre o rolamento, se voce usar o mesmo tipo de catraca utilizado na corrente do pedal, se nao me engano ele já é one way! quando vc tiver pedalando, ele nao vai girar. só vai girar quando vc acionar o motor a uma velocidade maior que a da sua pedalada!

acredito que vc vai precisar modificar a largura do quadro.
Religion, ideology, resources, land, spite, love or "just because"... No matter how pathetic the reason, it's enough to start a war.

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 26 Fev 2009 16:19

Acho que o quadro já é pra freio a disco, então vai caber.
O galho é como adaptar a o one way no cubo (do lado do disco de freio. são 6 parafusos) e na coroa de, pelo menos, 42 dentes. Esta coroa normalmente iria no pedivela...

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 26 Fev 2009 17:30

[quote:138f547d36="Buts"]Já tem um tópico sobre o assunto aqui no fórum..

http://www.e-voo.com/forum/viewtopic.php?t=45903

Em breve estarei postando meus testes, assim que tiver tempo :( E tb arrumar outra bateria...[/quote:138f547d36]
Valeu pelo link, Buts,

Esse é o tópico que eu tinha visto.
Abri este tópico pra postar, conforme acontecer, os passos desse projeto especificamente.
Quanto ao seu projeto, vi que você pensa em usar baterias bem grandes e pesadas. Talvez seja o preço de ter mais autonomia, mas eu penso um pouco diferente.
Eu sou meio pesado, vou tomar cuidado com o peso da bicicleta, senao o quadro pode quebrar ao passar num buraco bem grande (imagina meu peso + 60kg numa bicicleta??). Por isso, meu conjunto todo de conversão (motor, bateria, reduções etc.) não deve passar de 20 ou 25kg. Isso já é bastante peso... Faz diferença para a bicicleta, e faz diferença quando eu for pedalar pra levar tudo isso pra frente.
60kg ficaria quase impossível.
Mas, numa moto, não seria um problema. Ela é feita para aguentar mais.
Na Rua Vitória, em são paulo, dá pra vc comprar um quadro de moto a um preço baixo, talvez valha a pena.

Abs

Eric
Espécime híbrido de Homo Electricus, Homo Termicus e Homo Slopiens

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 26 Fev 2009 17:46

Andei vendo as baterias por aí, e estas de no-break parecem ser interessantes.
Elas pesam por volta de 2,5kg. Seriam necessárias, então, 4 delas (2S2P), totalizando 10kg. Considerando que o conjunto completo, sem as baterias, deve pesar por volta de 2kg (900g do motor + 100g do ESC + 1kg de engrenagens e corrente), temos 12kg, que ainda é pouco.
Estas de no-break têm a vantagem de serem leves e estreitas, facilitando a instalação no quadro e no bagageiro. Além disto, dá pra formar packs de 24v delas, e adicionar mais packs conforme a necessidade (de acordo com a distância que se vai percorrer). A questão toda é a descarga. Eu sei que estas baterias devem aguentar 4C, pois os no-breaks que elas equipam se descarregam, em caso de falta de energia, em 15 minutos.
Então, 7*4 = 28A (cada bateria). Com um pack 2S2P, daria pra trabalhar com até 54Ah continuamente, o que é mais do que o necessário. Ao mesmo tempo, será que a esta descarga a bateria teria vida longa? Alexmag??
Eventualmente, não seria um problema usar mais um pack, e transformar assim em 2S3P.

Abs

Eric

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14815
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 26 Fev 2009 17:47

Legal...

Eric, já tenho a versão 1.0 do controle de potência para bike/moto (servo-tester especialmente adaptado para o acelerador eletrônico que o Buts comprou) e falta pouco para implementar a versão mais 2.0 (que inclui controle de aceleração e limitador de corrente).

De fato depois de ver o progresso estou com uma vontade imensa de fazer uma bike para ir trabalhar também, e também para passar a 70Km/h pelo radar móvel que tem em uma avenida próxima e dar banana pro fiscal :)

Trabalho a apenas 6Km de casa, só não dá para fazer tudo no pedal porque tem trechos em que é preciso mais velocidade e encarar subidas pesadas.

Avatar do usuário
thi_cesar
membro
Mensagens: 643
Registrado em: 06 Mar 2006 10:39
Localização: Mauá - SP

Mensagempor thi_cesar » 26 Fev 2009 17:59

Boas..... estava com um projeto bem mais modesto em casa, achei da forma que estava fazendo totalmente inviável e deixei de lado.....

Estava usando um motor de ventoinha do marea, que é um p**a de um motor, mas é gastão pra caramba..... e descobri nos testes que tem uma vida util muito curta...rs..r.s...... mas valeu a brincadeira, pela minha conta com uma bateria de carro de 35A andei quase 20 km....... mas o desempenho era bem fraco..... e um peso muito alto...rs......

agora com este motor a coisa muda de figura..... show de bola!!!!!!

Thiago

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 26 Fev 2009 19:05

Legal a idéia, Alex! Só uma coisa: é uma bike, não é uma moto... Andar a mais de 40km/h em uma bicicleta, nas ruas de são paulo não é uma idéia muito, digamos, sadia no longo prazo...

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 26 Fev 2009 19:08

Ah, outro detalhe: Alex, eu quero um acelerador desses, e mais: acho que realmente vou precisar do tal limitador de corrente.
Uma idéia para o limitador de corrente: Seria interessante ele não simplesmente diminuir a aceleração quando passa de um determinado limite. Digamos que o limite seja 70A. Ele poderia permitir um burst de até 100A, durante X segundos (que tal 4 segundos?)
Seria legal também colocar sensores de temperatura no ESC e no motor, ligados no circuito de segurança do acelerador.

Abs

Eric

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 26 Fev 2009 19:13

[quote:7d027deef1="Sputnicker"]Por que você não compra uma bicicleta elétrica? São bonitas, potentes e são projetadas pra isso.
A bicicleta normal não é projetada para andar com esse excesso de peso nas nossas ruas esburacadas...[/quote:7d027deef1]
São bem menos potentes que esta que quero fazer, são bem mais caras (começa em 2000 reais, e o kit de adaptação a 1700 reais), e... construir e desenvolver a solução é parte da brincadeira!! Assim como no aeromodelismo.
Quanto à questão do peso, tem razão. Mas a minha bicicleta não é de alumínio, é de aço (+ forte), tem suspensão nas duas rodas (amortece os buracos) e eu uso pneu slick largo (1.95") nas duas rodas.
Além disto, o peso adicionado será entre 12 e 20kg, pelo que estou calculando. Contando que eu emagreci uns 7kg nos últimos 2 meses, e pretendo emagrecer no mínimo mais 10 nos próximos, então acho que vai ficar eles por eles (os kg) :roll: :roll: :roll: :roll: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:
Espécime híbrido de Homo Electricus, Homo Termicus e Homo Slopiens

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 26 Fev 2009 19:20

Quanto ao custo, vamos lá quanto vai, de cara:
Motor + ESC + frete = 104 dólares * 1,6 (imposto) * 2,2 (dólar) = 366,00
Baterias: 40 * 4 = 160,00
Coroa = 20,00
Nova roda traseira: 70 (par de cubos) + 32 (raios) + 40 (aro) + 30 (pneu) + 10 (câmara) + 30 (MDO) = 212,00, com desconto 200,00. Comprando um novo cassete, mais 50 reais.
Corrente - já tenho
correias etc. 100 reais
Total: 896,00.
Bem mais barato que os 1800 reais do sisteminha com pouca potência.
Se eu não comprar a roda toda nova, mas simplesmente mandar colocar o novo cubo nela, sairá por: 796,00.

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 26 Fev 2009 19:25

[quote:0b5079d531="thi_cesar"]
agora com este motor a coisa muda de figura..... show de bola!!!!!!

Thiago[/quote:0b5079d531]
Tá em promoção na Hobbycity. 63 dólares, acho. Acaba em 200 e poucas horas a promoção. O normal é oitenta e tantos dólares.
Espécime híbrido de Homo Electricus, Homo Termicus e Homo Slopiens

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14815
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 26 Fev 2009 20:52

[quote:8ae4c830f1="Ericfly"]Ah, outro detalhe: Alex, eu quero um acelerador desses, e mais: acho que realmente vou precisar do tal limitador de corrente.
Uma idéia para o limitador de corrente: Seria interessante ele não simplesmente diminuir a aceleração quando passa de um determinado limite. Digamos que o limite seja 70A. Ele poderia permitir um burst de até 100A, durante X segundos (que tal 4 segundos?)
Seria legal também colocar sensores de temperatura no ESC e no motor, ligados no circuito de segurança do acelerador.

Abs

Eric[/quote:8ae4c830f1]

Das diretivas do projeto a longo prazo fazem parte:
- Monitorar temperatura de motor, ESC e bateria, diminuir a potência se qualquer um deles ultrapassar o limite;
- Mostrar em um display a tensão da bateria, miliampéres x hora utilizados e disponíveis, percentual de carga, consumo médio, autonomia;
- Criar um freio regenerativo que recarregue as baterias ao desacelerar;
- Criar um ESC sensored, para partidas mais suaves, como um colega já sugeriu (desculpe, esqueci o nome);
- Criar um motor brushless imenso, talvez usando uma panela de freio à tambor como bell...
Melhorando o mundo... uma linha por vez.

Avatar do usuário
caioect
membro
Mensagens: 1744
Registrado em: 23 Ago 2004 20:09
Localização: São Carlos - SP

Mensagempor caioect » 26 Fev 2009 22:53

Talves este mortorzinho possa servir! É capaz de gerar até 7kW!

http://www.hobbycity.com/hobbycity/store/uh_viewItem.asp?idProduct=5139

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 27 Fev 2009 14:09

[quote:b507e46e74="alexcmag"]

Das diretivas do projeto a longo prazo fazem parte:
- Monitorar temperatura de motor, ESC e bateria, diminuir a potência se qualquer um deles ultrapassar o limite;
- Mostrar em um display a tensão da bateria, miliampéres x hora utilizados e disponíveis, percentual de carga, consumo médio, autonomia;
- Criar um freio regenerativo que recarregue as baterias ao desacelerar;
- Criar um ESC sensored, para partidas mais suaves, como um colega já sugeriu (desculpe, esqueci o nome);
- Criar um motor brushless imenso, talvez usando uma panela de freio à tambor como bell...[/quote:b507e46e74]

Humm legal!
Gostei principalemnte da parte do monitoramento de temperatura e do display.
Eu andei lendo por fóruns americanos sobre bicicletas elétricas que o freio regenerativo não é muito proveitoso, no caso das bicicletas. A recarga vai ser muito pequena, e se você pensa em recarregar a bicicleta pedalando... vai ter que suar muito pra carregar 10% da bateria heheh

Abs

Eric
Espécime híbrido de Homo Electricus, Homo Termicus e Homo Slopiens

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14815
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 27 Fev 2009 14:39

Tinha pensado mesmo é em carregar parte da bateria quando estiver morro abaixo.

Pedalar para carregar não é uma boa, qualquer transformação gera perda, neste caso é mais prático pedalar para gerar movimento mesmo.

Pelo menos estes projetos de bikes elétricas ajudam no caso da lei de Murphy que diz que não importa aonde você vá é sempre morro acima e contra o vento...

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 03 Mar 2009 15:25

Chegou o motor e o ESC! O motor é grande... grande... nunca tinha pego um BL tão grande assim. E o mais interessante: eu coloquei, na encomenda com a Hobbycity, o valor declarado de 100%, que incluiu o frete. E eles fizeram certinho, declararam o valor de 104 dólares. E não pegou imposto... Vai entender...
[img:8694d3ca1a]http://lh3.ggpht.com/_IwBgxZFxdfw/Sa1v8XfkGFI/AAAAAAAAEo8/iUZl6dG-Pgw/s800/DSC09178.JPG[/img:8694d3ca1a]
Espécime híbrido de Homo Electricus, Homo Termicus e Homo Slopiens

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14815
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 03 Mar 2009 15:42

Fala a verdade... olhando este adaptador não te dá uma baita vontade de colocar uma hélice???

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 03 Mar 2009 15:51

Hummm até dá... mas o galho é o KV dele, mto baixo. Com 6S dá uns 4 mil rpm...

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 03 Mar 2009 15:53

Com dois daquele de 7000W, aquele maior que tem na Hobbycity, dá pra puxar um cri-cri!
Mas com este só dá pra puxar um aero giant.
O galho é arranjar uma hélice e uma bateria pro bixo, se for usar num aero.
Na bike é fácil... bateria de chumbo vai heheh.

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 03 Mar 2009 16:16

Fui na garagem agora e ví: o motor não cabe, de lado, debaixo do pedivela. O pedivela vai bater nele, quando eu pedalar.
Talvez o jeito seja arrumar ou fazer um bagageiro traseiro para a bike, e nele fixar o motor. O bom é que aí já dá pra colocar baterias em cima do dito bagageiro.
O problema é que é provavável que os bagageiros sejam frágeis, não aguentando o torque do motor. Neste caso, eu teria que fabricar ou reforçar um bagageiro, o que não é necessariamente fácil. Talvez um serralheiro faça isso, sei lá.
Idéias?

Avatar do usuário
Ericfly
membro
Mensagens: 1490
Registrado em: 20 Set 2003 20:56
Localização: Ottawa, ON Canada

Mensagempor Ericfly » 21 Fev 2010 15:41

O projeto tá andando. Já adaptei uma coroa na roda, do lado esquerdo, comprei alumínio para a caixa de redução, adaptei polias etc. nos eixos, e fiz umas continhas:
Uma carga deve dar para uns 40km de autonomia. Cosiderando 50% de desperdício da fonte e carregador, uma carga custará o valor ABSURDO de 21 centavos de real....

Avatar do usuário
Rodrigo C
membro
Mensagens: 1805
Registrado em: 07 Jan 2008 09:21
Localização: RS - Nova Prata 95320-000

Mensagempor Rodrigo C » 21 Fev 2010 17:56

O tópico está muito interessante, também já pensei numa coisa assim...

Só uma ponto que me chamou atenção!

Nos automodelos, por experiencia propria, motores tamanho 540 3000kv brushless com lipo 2s dá um consumo constante de uns 20~30A mas produz picos absurdamente altos, coisa de 100~200A, logico é um automodelo off road, você nao vai sair patinando com sua bike, mas o pico inicial de partida ou reacelerações gera um consumo alto, não sei se minha afirmação se aplica numa bike e na sua eletronica citada, queria que os mais experiente falassem a respeito...

Podem observar qualquer esc de automodelo tem a corrente de pico no minimo umas 3x a corrente nominal!


Valeu pessoal e manda ver na bike, muito bom!


Voltar para “Papo de modelista”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 8 visitantes