Fly Fly Fox 3 metros

Este é um espaço destinado tanto para as pessoas que gostam do vôo silencioso e tranquilo dos planadores quanto para aqueles que curtem a adrenalina do voo rápido e acrobático dos planadores de colina.

Moderador: Alvaro Sala

Avatar do usuário
Blumm
membro
Mensagens: 399
Registrado em: 13 Set 2008 00:05
Localização: São José dos Campos - SP

Mensagempor Blumm » 18 Jul 2011 09:16

Pelo que assisti no DVD do Paul Naton "Performance Tuning For Gliders", a incidencia entre asa e profundor, que é o angulo de decalagem, deve ser sempre o mais próximo de zero possivel. Provavelmente essa tendencia é devido a esse angulo errado de decalagem em seu modelo. Corrige o angulo do profundor que o seu voo irá melhorar muito!

Um abraço!

Blumm

Avatar do usuário
Campolina
membro
Mensagens: 362
Registrado em: 28 Set 2007 16:03
Contato:

Mensagempor Campolina » 18 Jul 2011 11:35

Isso se aplica a um escala onde perfis, arrasto e carga alar são diferentes dos planadores de competição?
Fox 1.6m, Dorado RCRCM 2.36m, Duo Discus 2.5m, Fox 3.0m, DG 1000 3.7m, ASW20 4.0m, DLG XP 4.5. Futaba 8FG.
Site: PlanaBH

Avatar do usuário
Marcos Quito
membro
Mensagens: 2062
Registrado em: 16 Set 2004 10:04
Localização: São Carlos - SP

Mensagempor Marcos Quito » 18 Jul 2011 11:58

[quote:b0be86e1dc="Campolina"]Todos os meus planadores até hoje foram ARF’s e nas montagens as conferências se limitavam aos corretos alinhamentos das superfícies das asas e do estabilizador horizontal. Até por total desconhecimento nunca me preocupei com os ângulos de incidência.

Neste vôo inaugural do Fox, a impressão que tivemos foi que estaria com peso de cauda pela atitude do planador que mantinha o nariz elevado. No entanto, apesar da atitude, o planador no pouco tempo que foi voado apresentou-se estável especialmente nas curvas, o que não era esperado no caso do CG atrasado. Passei a semana com isso na cabeça e coloquei a situação hoje para os amigos de vôo. Chegando em casa resolvi conferir a incidência do estabilizador horizontal.

O problema são as dúvidas em relação a esta medida e seu resultado. Normalmente as asas tem uma incidência positiva mas isso seria também verdadeiro no Fox? Observando 3 vistas as incidências aparentam ser de zero graus. Acabei tomando o ângulo de incidência das asas como zero para referência e o profundor, que possui perfil mas não tem informação de qual seria, apresentou um bordo de fuga 5mm mais alto que o BA. Este profundor tem corda na raiz de 15,5cm.

É possível tirar alguma conclusão desta medida? Esta incidência poderia ser a responsável pela atitude do modelo? Seria recomendado zerar a incidência do estabilizador horizontal?

Na foto abaixo a linha amarela alinha no pefil da asa com incidencia zero.

[img:b0be86e1dc]http://www.ventonacara.com.br/decafoxp.jpg[/img:b0be86e1dc]

[img:b0be86e1dc]http://www.ventonacara.com.br/decasa.jpg[/img:b0be86e1dc][/quote:b0be86e1dc]

Olá Campolina,

Que chato isto ! Mas é bola prá frente conserta e voa.

Sobre a questão do ângulo, o seguinte :
Se aquela linha que aparece na foto é reta, desde a asa até o estabilizador, então a decalagem está correta, pelo menos para começar a voar.
Está ligeiramente com um ângulo positivo, e isto é a base da segurança de um vôo.
Ângulo negativo é que seria perigoso para o primeiro vôo.

Não quer dizer que é o melhor ângulo, mas sim que está bastante razoável e aceitável para voar. Ajuste é outra história, depois de voar bastante, etc...

Os Fox que eu já vi no morro são menores que o seu, (bem menores tipo, 1500mm env.), mas todos têm uma coisa em comum : São bem nervosos, temperamentais e sentimentais.

Se você acha que o que aconteceu foi um belo stall, então avance um pouco o CG e terá um vôo mais estável. Só para começar a pegar o jeitão do bicho.
Avance uns 7mm, por exemplo, isto fará uma diferença e terá um modelo mais estável.

Agora, por favor, estréia não pode ser em "lift duvidoso". Tem que ser com condições boas para muito boas. Lance num dia onde TODOS estejam voando com folga.

Se a quebra não afetou a estrutura, sou mais a favor de você fazer só uma conserto meia-boca mesmo, coloque qualquer coisa e feche com fita para ficar liso e mande morro abaixo. Depois que souber domar o bicho e que tiver mais segurança do CG, então feche com capricho.

O problema de julgar o ângulo de decalagem é que NÃO sabemos o ângulo neutro do perfil. Nem sempre é a linha média do perfil (aliás quase nunca é).

Então se é modelo comprado tem que confiar no projeto, pois nem sabemos qual o perfil que está sendo usado.
Outro problema é medir este ângulo corretamente, precisa de instrumento.

Grande abraço, vai postando o progresso !
Tire esse negócio que gira do nariz do seu modelo !!

Avatar do usuário
Campolina
membro
Mensagens: 362
Registrado em: 28 Set 2007 16:03
Contato:

Mensagempor Campolina » 18 Jul 2011 16:36

Pois é, o pior mesmo foi a questão do vento e o mais grave é que não foi por inexperiência, mas por pura precipitação.

O problema é que não houve stall, fez inclusive curvas com facilidade apesar da tendência em voar com a cauda baixa, por isso a dúvida. Todo o voo foi uma tentativa de trimar para voar nivelado e chegou a ganhar altura. Mas cada vez que eu deixava de picar para testar o ajuste do tim do prufundor ele levantava o nariz e perdia altura . Precisou pousar fora da vista pois já estava baixo e encoberto pelo formato do morro. É claro que tinha uma árvore.

Tem um videozinho do vôo que é possível avaliar um pouco. Vale ressaltar que eu não cabrei em nenhum momento, pelo contrário, tinha de manter muito picado enquanto tentava trimar. O video tem duração de aproximadamente 1/3 do que foi o tempo de voo.


[yt]dN0VcjQdnAQ[/yt]
Fox 1.6m, Dorado RCRCM 2.36m, Duo Discus 2.5m, Fox 3.0m, DG 1000 3.7m, ASW20 4.0m, DLG XP 4.5. Futaba 8FG.

Site: PlanaBH

Avatar do usuário
Marcos Quito
membro
Mensagens: 2062
Registrado em: 16 Set 2004 10:04
Localização: São Carlos - SP

Mensagempor Marcos Quito » 18 Jul 2011 18:56

Puxa vida, ele tava voando tranquilo, o lift é que estava no limite mesmo, e talvez o trim um pouco cabrado.

Pode ser até impressão isto de nariz para cima, no vídeo só notei no começo ele dando "cabeçada", depois ficou nivelado como quem voa "no limite", com pouco lift, tentando tirar leite das pedras.

Cara, esquece o negócio do CG, ajuste o trim apenas. Se o neutro ficar muito "picado" (olhando o profundor ele fica para baixo), então tem alguma coisa errada mesmo.

O melhor é pegar um dia bom de lift, colocar no alto e fazer o dive teste, conhece ?
Aqui tem :

http://www.e-voo.com/forum/viewtopic.php?t=20459

O vento tava bem parado mesmo, pelo menos o chapeu do cara que lançou nem se mexia...
Tire esse negócio que gira do nariz do seu modelo !!

Avatar do usuário
Lambreta
membro
Mensagens: 4459
Registrado em: 30 Abr 2005 09:44
Localização: BH/MG
Contato:

Mensagempor Lambreta » 18 Jul 2011 19:37

O cara do chapéu que não se mexia sou eu :lol:

Na verdade estava ventando, a meu ver, uma quantidade que daria pro Fox voar sim, mas se ele estivesse redondo.

E dive test com ele acho impossível! Não tem razão pra segurar ele pq voa muito rápido.
Marco Aurélio
SD-10G/F3J Supra/DG808S 4m/Condor 3m/DLG Steigeisen... e uma zag
Site: planabh

Avatar do usuário
Campolina
membro
Mensagens: 362
Registrado em: 28 Set 2007 16:03
Contato:

Mensagempor Campolina » 18 Jul 2011 20:46

[quote:20936326ef="MARCOS QUITO"]Puxa vida, ele tava voando tranquilo, o lift é que estava no limite mesmo, e talvez o trim um pouco cabrado.

Pode ser até impressão isto de nariz para cima, no vídeo só notei no começo ele dando "cabeçada", depois ficou nivelado como quem voa "no limite", com pouco lift, tentando tirar leite das pedras.

Cara, esquece o negócio do CG, ajuste o trim apenas. Se o neutro ficar muito "picado" (olhando o profundor ele fica para baixo), então tem alguma coisa errada mesmo.

O melhor é pegar um dia bom de lift, colocar no alto e fazer o dive teste, conhece ?
Aqui tem :

http://www.e-voo.com/forum/viewtopic.php?t=20459

O vento tava bem parado mesmo, pelo menos o chapeu do cara que lançou nem se mexia...[/quote:20936326ef]

O vento estava a 15km/h só que denso na hora do lançamento. O comando do profundor estava zerado no lançamento. Ele é fácil de zerar pois as pontas se movimentam acompanhando o comando. No final estava com 18 pontos picado e ainda precisava manter picado no stick para não cabrar.

Conheço sim o Dive teste mas tem de ser com muita altura ou não dá tempo como o Marco falou.

O vídeo passa a noção errada, por isso não postei antes. O tempo todo eu tinha que picar tentando acelerar enquanto ajustava trim picado e como o vento não estava excelente, ou ele acelerava mergulhando, ou cabrava afundando lento pelo perda de sutentação mas sem estolar. No dedo estava difícil achar e manter o ponto nivelado. Preste atenção no inicinho da segunda cena em que ele passa da esquerda para a direita ele estava cabrado, ai acertei nivelando e ele ganha altura na frente da camera. Na próxima cena quando vem da direita, ele está novamente cabrado e afundando, novamente pico nivelando e mas desta vez ele não ganha altura.

Quando ele deu aquela saída a primeira coisa que veio na minha cabeça foi: "está com peso de cauda, vai estolar de ponta de asa na primeira curva", só que fez a curva redondo mesmo brigando com o profundor.

Só no trim com certeza não dá ajuste, ou adianto o CG ou mudo a incidência do profundor.
Fox 1.6m, Dorado RCRCM 2.36m, Duo Discus 2.5m, Fox 3.0m, DG 1000 3.7m, ASW20 4.0m, DLG XP 4.5. Futaba 8FG.

Site: PlanaBH

Avatar do usuário
Marcos Quito
membro
Mensagens: 2062
Registrado em: 16 Set 2004 10:04
Localização: São Carlos - SP

Mensagempor Marcos Quito » 18 Jul 2011 21:53

Neste caso eu adiantaria o CG então, é mais seguro. O projeto não deve estar errado na decalagem.

Não entendi porque "é impossível" fazer dive test ?
Ué, voei o cularis do MacCross à beça (2600mm), e fiz de tudo, dive test, looping, dorso, reversão... Cularis é mais lento? em Pirapora com vento de 30km/h ? Não é lento não...

Acho que tem um engano : dive test não precisa ser um mergulho na vertical, basta ser um aumento na velocidade considerável, um mergulho a 45 graus é suficiente.
A proposta é descobrir se aerodinamicamente o modelo está neutro, positivo ou negativo, e para isto basta aumentar a velocidade.
Tire esse negócio que gira do nariz do seu modelo !!

Avatar do usuário
Lambreta
membro
Mensagens: 4459
Registrado em: 30 Abr 2005 09:44
Localização: BH/MG
Contato:

Mensagempor Lambreta » 18 Jul 2011 22:18

Marcos.

Também voamos Cularis aqui e não se compara ao voo deste Fox.

Pelo vídeo mostra que ele mal subiu antes de cair, se fizesse um dive test na condição do lift ia buscar o Fox 300m barranco a baixo.

E nem acima de onde mandamos daria pra fazer também, ou seja, um dive test no plano para sentir uma reação antes de arriscar o lift. Mandei o Fox com força e ele, a meu ver, saiu pouco acima de uma velocidade segura de pouso.

O negócio foi tenso rss..
Marco Aurélio

SD-10G/F3J Supra/DG808S 4m/Condor 3m/DLG Steigeisen... e uma zag

Site: planabh

Avatar do usuário
Marcos Quito
membro
Mensagens: 2062
Registrado em: 16 Set 2004 10:04
Localização: São Carlos - SP

Mensagempor Marcos Quito » 18 Jul 2011 22:24

Há, entendi, naquelas condições concordo, estava impossível o dive test.
Não, não quis dizer isto.
Pegue um dia BOOOOM de voar, bota o bicho lá em cima, aí sim faz o dive test.

Com certeza, do jeito que estava "na bacia das almas", não dava para fazer nem curvas...
Tire esse negócio que gira do nariz do seu modelo !!

Avatar do usuário
Campolina
membro
Mensagens: 362
Registrado em: 28 Set 2007 16:03
Contato:

Mensagempor Campolina » 19 Jul 2011 17:08

Com a ajuda do Marcos “Tera” temos alguns resultados baseados nas dimensões do Fox.

O CG no corda média a 35%, ponto recomendado por ele, estaria em 77mm. Se usar a 33% vai para 73mm, e se usar em 37% fica em 81mm.

A incidência atual é de 2,5 graus. Ele também recomendou zerar.
Fox 1.6m, Dorado RCRCM 2.36m, Duo Discus 2.5m, Fox 3.0m, DG 1000 3.7m, ASW20 4.0m, DLG XP 4.5. Futaba 8FG.

Site: PlanaBH

Avatar do usuário
Blumm
membro
Mensagens: 399
Registrado em: 13 Set 2008 00:05
Localização: São José dos Campos - SP

Mensagempor Blumm » 19 Jul 2011 18:26

Pra ver se eu nao tava falando bobagem, até dei uma lida rápida em uns artigos sobre decalagem. =] Resumindo, a regrinha prática (não calculada) é: modelos termais ou lentos de 2 a 2,5º, modelos de encosta e rápidos 1º. Mas como disse, no DVD do Paul Naton, ele orienta a deixar de 0,0 a 0,5º. Ele mostra exemplos de planadores de perfornance q não estava voando bem, quando ele verificou a decalagem, estava com mais de 3º. Acertando isso, ficou voando maravilhosamente.

Um abraço

Blumm

Avatar do usuário
MacCross
membro
Mensagens: 633
Registrado em: 07 Dez 2008 20:32
Localização: Santana de Parnaíba, SP

Mensagempor MacCross » 21 Jul 2011 14:51

Marcos Quito

[quote:84ec8b6a30]Ué, voei o cularis do MacCross à beça (2600mm), e fiz de tudo, dive test, looping, dorso, reversão... Cularis é mais lento? em Pirapora com vento de 30km/h ? Não é lento não... [/quote:84ec8b6a30]

Vc fez isso td com o meu Cularis?
E eu estava fazendo o q? Não lembro de ficar arrepiado. :shock:

Abrç

Avatar do usuário
MacCross
membro
Mensagens: 633
Registrado em: 07 Dez 2008 20:32
Localização: Santana de Parnaíba, SP

Mensagempor MacCross » 21 Jul 2011 20:43

Campolina

Esse cara aqui:

[url]http://www.rcgroups.com/forums/showthread.php?t=1432522&highlight=flyfly+fox[/url]

Diz que o Fox precisava de down trim, pior.. o CG dele estava a 90mm.
No post #11 tem detalhes da configuração.
E no post #12 conta como foi o primeiro voo.
Pelo que está escrito voa bem, mas tb é fato que o vento lá é bem mais forte.

Abrç

Avatar do usuário
Campolina
membro
Mensagens: 362
Registrado em: 28 Set 2007 16:03
Contato:

Mensagempor Campolina » 22 Jul 2011 00:54

Exatamente esse o tópico que citei antes e que me fez manter o CG no primeiro voo. Acho que se eu tivesse com vento de 40 milhas também tinha achado ótimo, he, he.
Fox 1.6m, Dorado RCRCM 2.36m, Duo Discus 2.5m, Fox 3.0m, DG 1000 3.7m, ASW20 4.0m, DLG XP 4.5. Futaba 8FG.

Site: PlanaBH

Avatar do usuário
harpia
membro
Mensagens: 1000
Registrado em: 25 Jun 2005 17:26
Localização: Gravatá-PE
Contato:

Mensagempor harpia » 22 Jul 2011 07:18

[quote:64e8855d14="Campolina"]Exatamente esse o tópico que citei antes e que me fez manter o CG no primeiro voo. Acho que se eu tivesse com vento de 40 milhas também tinha achado ótimo, he, he.[/quote:64e8855d14]

Eduardo.

De acordo com as fotos que você postou, dá pra perceber que o ângulo do estabilizador horizontal está muito negativo, ou seja, como se estivesse cabrado. Essa é a razão pela qual você ficou o tempo todo tentando baixar o nariz do modelo e ele insistia em voar com tendência de cauda quando acelerava.
Em resumo, esse planador voa rápido e é um acrobático, então de acordo com as características do perfil escolhido pelo projetista, não deveria ter essa incidência negativa. Eu começaria com "zero" e depois ajustaria o CG conforme já foi sugerido.
Edson

Avatar do usuário
Marcos Quito
membro
Mensagens: 2062
Registrado em: 16 Set 2004 10:04
Localização: São Carlos - SP

Mensagempor Marcos Quito » 22 Jul 2011 09:59

[quote:5fa8437b48="MacCross"]Marcos Quito

[quote:5fa8437b48]Ué, voei o cularis do MacCross à beça (2600mm), e fiz de tudo, dive test, looping, dorso, reversão... Cularis é mais lento? em Pirapora com vento de 30km/h ? Não é lento não... [/quote:5fa8437b48]

Vc fez isso td com o meu Cularis?
E eu estava fazendo o q? Não lembro de ficar arrepiado. :shock:

Abrç[/quote:5fa8437b48]

rsrsrsrs, pôxa você estava de papo com o pessoal de Vinhedo.
Tire esse negócio que gira do nariz do seu modelo !!

Avatar do usuário
Patetta-MG
membro
Mensagens: 1072
Registrado em: 27 Jul 2007 14:08
Localização: Itaúna - MG

Mensagempor Patetta-MG » 23 Jul 2011 10:04

Campolina... bom dia!
Que peça é essa que vc usou para fazer a linkagem pull-pull no servos...
É a peça indicada na figura que une o cabo de aço ao clevis parase prender ao horn.
Abraços.
Anexos
Fox_Campolina_2.jpg
Fox_Campolina_2.jpg (34.74 KiB) Exibido 6872 vezes
JR9303 / Tera V2 / MT Alegrinho / Reichard Sirius 3m / www.planabh.com.br/ 8º Encontro de Planadores.... 4-7/09/2015

Avatar do usuário
Campolina
membro
Mensagens: 362
Registrado em: 28 Set 2007 16:03
Contato:

Mensagempor Campolina » 23 Jul 2011 15:46

Moisés, essa alça vem no kit pull-pull da Sullivan já com a rosca para a clevis 2-56.
Fox 1.6m, Dorado RCRCM 2.36m, Duo Discus 2.5m, Fox 3.0m, DG 1000 3.7m, ASW20 4.0m, DLG XP 4.5. Futaba 8FG.

Site: PlanaBH

Avatar do usuário
Patetta-MG
membro
Mensagens: 1072
Registrado em: 27 Jul 2007 14:08
Localização: Itaúna - MG

Mensagempor Patetta-MG » 23 Jul 2011 16:43

Ok... Obrigado pela informação.
Vou ver aqui como adaptar um pull-pull em meu Spirit.

Avatar do usuário
Campolina
membro
Mensagens: 362
Registrado em: 28 Set 2007 16:03
Contato:

Mensagempor Campolina » 25 Jul 2011 01:10

O Fox foi reformado e alterações foram feitas.

Agradeço a todos que ajudaram a compreender o problema e sugeriram soluções. Optei por fazer correções intermediárias não por precaução ou por discordar das sugestões mais experientes e embasadas que as minhas mas para avaliar e compreender a influência prática das alterações. Assim, para este segundo voo reduzi a decalagem para 1 grau e avancei o CG para 73 mm.

Tivemos um final de semana de excelentes ventos aqui em BH e hoje levei o modelo para o segundo voo. A velocidade do vento oscilou em torno dos 20Km/h com rajadas alcançando os 30km/h em alguns momentos e razoavelmente turbulento.

As alterações melhoraram significativamente o desempenho do modelo e foi possível até experimentar um pouco a sua capacidade acrobática. Ainda é preciso fazer alguns ajustes no butterfly e para o próximo voo devo zerar a decalagem. Posteriormente conforme me sentir mais seguro, tentarei recuar o CG de forma gradativa.

O único problema foi a rodinha do trem anterior que, conforme o esperado, não resistiu a um pouso mais forte.

Segue o vídeo do dia.



[vm]26851316[/vm]
Fox 1.6m, Dorado RCRCM 2.36m, Duo Discus 2.5m, Fox 3.0m, DG 1000 3.7m, ASW20 4.0m, DLG XP 4.5. Futaba 8FG.

Site: PlanaBH

Avatar do usuário
rafakrav
membro
Mensagens: 7810
Registrado em: 06 Jun 2010 18:50
Localização: Joinville, Santa Catarina,18

Mensagempor rafakrav » 25 Jul 2011 01:36

muito bom o voo, parabens :D

Agora que ta ajeitado ta voando bem ein :lol:

aiai... mais um sonho, voar com planadores de encosta...

Lambreta, qual planador/motoplanador vc indicaria pra quem quer começar e tem um Sd10 pra enxer o troço de frescuras?

a1a_terabyte
membro
Mensagens: 859
Registrado em: 17 Fev 2005 23:09

Mensagempor a1a_terabyte » 25 Jul 2011 09:20

[quote="Campolina"]O Fox foi reformado e alterações foram feitas.

Agradeço a todos que ajudaram a compreender o problema e sugeriram soluções. Optei por fazer correções intermediárias não por precaução ou por discordar das sugestões mais experientes e embasadas que as minhas mas para avaliar e compreender a influência prática das alterações. Assim, para este segundo voo reduzi a decalagem para 1 grau e avancei o CG para 73 mm.

Tivemos um final de semana de excelentes ventos aqui em BH e hoje levei o modelo para o segundo voo. A velocidade do vento oscilou me torno dos 20Km/h com rajadas alcançando os 30km/h em alguns momentos e razoavelmente turbulento.

As alterações melhoraram significativamente o desempenho do modelo e foi possível até experimentar um pouco a sua capacidade acrobática. Ainda é preciso fazer alguns ajustes no butterfly e para o próximo voo devo zerar a decalagem. Posteriormente conforme me sentir mais seguro, tentarei recuar o CG de forma gradativa.

O único problema foi a rodinha do trem anterior que, conforme o esperado, não resistiu a um pouso mais forte.

Segue o vídeo do dia.



Bom dia,

Assisti o vídeo e parece que o modelo está com mais pegada, não sei se foi também seu jeito de pilotar. Nas curvas o modelo entra mai encaixado, realmente ficou melhor.

Parabéns


Tera

Avatar do usuário
Campolina
membro
Mensagens: 362
Registrado em: 28 Set 2007 16:03
Contato:

Mensagempor Campolina » 25 Jul 2011 09:43

Obrigado Rafakrav!

Marcos, a diferença foi grande mas parece que tem margem ainda para melhorar. Nas curvas em baixa velocidade ainda mostrava uma tendência em abaixar a cauda mesmo atuando com o leme. Para o próximo voo já estará com a decalagem zerada como vocês recomendaram. Obrigado mais uma vez pela sua ajuda.
Fox 1.6m, Dorado RCRCM 2.36m, Duo Discus 2.5m, Fox 3.0m, DG 1000 3.7m, ASW20 4.0m, DLG XP 4.5. Futaba 8FG.

Site: PlanaBH

Avatar do usuário
Blumm
membro
Mensagens: 399
Registrado em: 13 Set 2008 00:05
Localização: São José dos Campos - SP

Mensagempor Blumm » 25 Jul 2011 11:05

Campolina, belo voo!! agora sim!!
=]
pelo q vi, essa "acocada" que estás reclamando em curvas de baixa velocidade, será que não é por estar em baixa velocidade mesmo? o Fox é pra voar rápido, será que não está muito leve, prejudicando a penetração? Eu tinha um Fox de EPP da Windrider, e o problema que prejudicava o voo era o peso (muito leve), pois perdia muita velocidade nas curvas, tendo que sempre apontar o nariz pro chão nas curvas para faze-las mais redondas!

um abraço!
Blumm


Voltar para “Planadores e afins”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes