Baterias para leigos

Li-po, Li-Ion, Nimh, 1s2p, 10c...... quer aprender mais sobre o "combustivel" dos nossos modelos? Este é o local! Aqui também está aqueles esquema de carregador ou aquele ESC que estava procurando.

Moderadores: Alvaro Sala, benites, Paulinho

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14807
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Baterias para leigos

Mensagempor alexcmag » 18 Out 2004 20:19

É comum surgirem dúvidas de qual bateria usar para qual motor, que tipo é melhor, como usá-las, e assim por diante.

A bateria é para o aeromodelo como o tanque de gasolina de um carro.

Um automóvel médio dificilmente conseguiria funcionar com um tanque de mobilete, o tanque não daria vazão suficiente nem duraria mais do que alguns minutos, não chegando nem ao próximo posto.

Também não andaria bem com uma bateria de caminhão, pois 300 litros de combustível fariam o carro se arrastar e ficar desequilibrado.

Para as baterias, o equivalente ao volume de combustível armazenado é a capacidade em Ah (ampére-hora). Uma bateria de 1Ah é capaz de fornecer 1A por 1h, ou 2A por 0,5A, ou qualquer número cuja duração em horas multiplicada pela corrente seja 1.

A bateria precisará tem uma capacidade de corrente compatível com o motor usado. Muito pequena e não voa ou voa por pouco tempo. Muito grande e o modelo não sai do chão. Mas vamos ver isto mais para o final.

A primeira coisa que se precisa ter cuidado é com a capacidade de descarga da bateria. Em um tanque a quantidade de combustível que se consegue tirar em um minuto é determinada pelo tamanho do furo. Um furo grande permite tirar mais vazão, um furo pequeno menos vazão. O equivalente ao tamanho do furo para as baterias é a capacidade de descarga.

Toda bateria tem uma capacidade de descarga determinada pelo projeto e material de que é composta, geralmente expressa em C, que é a razão entre a corrente que ela pode fornecer e a capacidade da bateria. Assim, uma bateria de 650mAh e 10C de capacidade de descarga pode fornecer 6500mA, o suficiente para um motor 280-300 e até um 350 dependendo da redução e hélice usada. Se for usado um motor muito menor que estes, o motor terá pouca força para carregar o peso do avião e das baterias. Se for usado um maior, a bateria não dará conta de alimentar o motor.

Tentar extrair de uma bateria mais corrente do que ela pode fornecer não vai funcionar (o motor não vai receber energia suficiente) e vai danificá-la. Imagine o tanque de mobilete ligado na bomba de combustível do motor de um caminhão. Ao ligar o motor ele vai ser esvaziado rapidamente e encolhido pela sucção da bomba (virando um maracujá), e, claro, o motor não vai funcionar bem.

No caso das baterias, elas esquentam e podem vazar (se forem de NiCd/NiMh), derreter o invólucro, o avião e causar queimaduras. As LiIon/LiPo, que contém materiais mais inflamáveis, podem explodir ou incendiar.

Outro fator que determina a escolha é o nível de tensão da bateria. Quem mora em prédio ou sobrado sabe que nos andares inferiores como a caixa d'água está muito mais alta que as torneiras, a água tem mais pressão. Para a torneira da cozinha, isto não afeta tanto, mas para o chuveiro sim, porque ele precisa de mais pressão na água.

O equivalente elétrico da pressão é a tensão (expressa em volts).

Alguns motores são como as torneiras de cozinha, não precisam de muita tensão para funcionar. Motores IPS-DXA, 350 e 400, por exemplo, funcionam bem com 7,2V, mesmo que não dêm sua força máxima.

Outros são como chuveiros, e precisam de mais pressão (tensão) para funcionar. Os motores GWS 280 são assim, apesar de terem um bom desempenho, precisam de 8,4V ou 9,6V para funcionar bem. Caso contrário será aquele pinga-pinga que não tira nem o sabão do corpo, quer dizer, não tiram o avião da pista.

Existem baterias de diferentes materiais, cada uma com características bem específicas que determinam seu uso.

As mais antigas usadas em modelismo são as de Níquel-Cádmio. Elas geralmente têm alta capacidade de descarga, mas guardam pouca energia. São como um tanque de mobilete com um furo da expessura de um dedo, podem até conseguir fornecer combustível pra alimentar o motor de um caminhão, mas por poucos minutos. Cada célula (pilha) tem 1,2V (tensão nominal), mas costuma chegar a 1,6V quando totalmente carregada e não deve ficar abaixo de 0,8V quando descarregada para não ser danificada. Na prática, ao começar a usá-la a tensão cai rapidamente de 1,6V para 1,3V, diminuindo até 1,1V durante a maior parte do vôo. Quando a carga está no fim, a tensão cai rapidamente, mas neste ponto o modelo já foi obrigado a pousar, porque a potência do motor já não vai ser suficiente para continuar voando. Outra vantagem é que como cada célula tem 1,2V, é possível fazer packs de bateria em tensões de 7,2V, 8,4V, 9,6V, 10,8V, 12V, etc., acrescentando células. As melhores NiCd geralmente são as Sanyo Cadnica.

As de níquel-hidreto metálico (NiMh) são mais recentes e, apesar de terem capacidade de descarga mais baixa, armazenam mais energia com o mesmo peso (é como se um tanque de 300 litros tivesse o mesmo tamanho e peso de um de 150 litros). Uma bateria de NiMh de 1100mAh a 1500mAh tem o mesmo tamanho de uma NiCd de 600mAh e consegue
fornecer uma descarga pouca coisa menor. Tenho usado com sucesso baterias de NiMh, com tempos de vôo variando de 6 a 15 minutos dependendo do modelo. A tensão de cada célula e outras características são semelhantes às das NiCd. As melhores baterias deste tipo são as Kan.

Mais modernas que as NiCd e NiMh são as de íons de lítio (LiIon).

Muito usadas em notebooks e celulares, estas baterias armazenam muito mais carga com o mesmo peso (seria como se o tanque de 300 litros tivesse o mesmo tamanho e peso de um tanque de 75 litros). Geralmente possuem capacidade de descarga baixa, entre 2C e 6C, funcionando bem em modelos econômicos em que se deseje um vôo de longa duração, mas não recomendadas para modelos muito acrobáticos, 3D ou que utilizem motores de alto consumo.

Cada célula tem tensão nominal de 3,6V, chega a 4,1V quando totalmente carregada e não deve ser descarregada abaixo de 2,8V por célula. Com LiIon é possível obter packs com tensões de 3,6V (uma célula LiIon), 7,2V (duas células de LiIon, também chamada de 2S), 10,8V (três células de LiIon, também chamadas de 3S).

Não é possível obter tensões intermediárias, motivo pelo qual não costumam ser usadas, por exemplo, com motor GWS 280.

As baterias de LiIon precisam de carregadores específicos e mais cuidado na carga, pois apresentam risco de explosão em casos extremos.

As mais modernas em uso atualmente são as de polímero de lítio (LiPo). Ao contrário das LiIon, existem LiPo de alta capacidade de descarga, juntando as vantagens das NiCd (descarga) com as LiIon (peso), o que as faz ideais para modelos acrobáticos, assim como para a maioria dos aeromodelos. Como as LiIon, também precisam de carregadores específicos e cuidados na carga e descarga e manipulação, e por serem novidade ainda são um pouco caras, mas tendem a se popularizar cada vez mais. A tensão nominal de cada célula é de 3,7V, atingindo 4,2V quando totalmente carregadas, e não devem ser descarregadas abaixo de 2,8V, sob risco de serem danificadas.

Para ter total segurança, as baterias LiIon/LiPo deve ser usadas com speed control específicos, que desliguem o motor quando se atinge em torno de 3V por célula.

Na prática, bem antes deste limite o modelo já está com o motor muito fraco e demonstrando claramente que precisa pousar.

Portanto, a não ser em modelos muito eficientes, em que não se perceba a diminuição da potência, e em planadores, que geralmente estão muito altos e não se consegue perceber se o motor está fraco, pode-se usar speed control comum com estas baterias, desde que se tome o cuidado de pousar ao primeiro sinal de que a bateria fraca.

Alguns exemplos de baterias que usei com cusesso os motores mais comuns:

[*]Motor 280 (GWS EPS100C ou EDP100): NiCd 9,6V*300mAh (GWS), NiMh 9,6V*300mAh (Minamoto, meio sobrecarregada), NiMh 8,4V*730mAh (Sanyo), NiMh 9,6V*750mAh (Gama Power), LiIon 10,8V*1000mAh.

[*]Motor 350 (GWS EPS350C): NiMh 8,4V*730mAh (Sanyo, meio sobrecarregada), NiMh 9,6V*750mAh (Gama Power, meio sobrecarregada), LiIon 10,8V*1000mAh (com cuidado para não danificar bateria nem motor), LiIon 7,2V*1400mAh, NiMh Panasonic 9,6V*1100mAh, NiMh Saft 9,6V*1500mAh.

[*]Motor 400 (GWS EDP400): NiMh Panasonic 9,6V*1100mAh, NiMh Saft 9,6V*1500mAh.

Atualmente a maioria das baterias são LiPo, sendo comuns capacidades de descarga altas, acima de 12C. As marcas mais conhecidas e que são muito confiáveis são ThunderPower, Polyquest, E-tec, Kokan.

Atualmente existem muitas outras marcas, algumas muito boas, outras nem tanto.

Cada tipo de bateria tem uma tensão específica por célula (pilha) que a compõe, por isto só pode ter tensões nominais em múltiplos destes valores:
Pb (Chumbo-ácido): 2 volts por célula
NiCd(Níquel-Cádmio)/NiMh(Níquel-Hidreto metálico): 1,2V por célula
LiIon(Lítio-Íon): 3,6V ou 3,7V por célula dependendo da química
LiPo(Lítio-Polímero): 3,7V por célula
LiPoFe(Lítio-Polímero-Ferro): 3,3V por célula

Para obter tensões ou capacidades diferentes se associam em série ou paralelo.

As NiMh/NiCd geralmente são expressas como células ou cell, isto é, encontram-se por exemplo packs de baterias escritos NiMh 7-cell, o que significa que tem 7 células de NiMh, o que a 1,2V por célula dá 8,4V de tensão nominal.

Nas LiPo, LiIon e LiPoFe geralmente estas associações são escritas como S e P, sendo S a quantidade de células em série e P em paralelo.

Por exemplo, uma LiPo 1200mAh 3S tem 3 células em série, o que dá tensão nominal de 11,1V.

Esta tensão é a tensão nominal (média), mas toda bateria varia a tensão ao longo de seu uso.

Assim, uma bateria de 6 células de Chumbo-ácido, como as usadas em carro, tem quando totalmente carregada cerca de 13,8V, não sendo recomendado descarregá-la abaixo de 11V.

Cada célula de NiMh chega a ficar com 1,6V totalmente carregada, podendo ser descarregada até 0,8V.

Cada célula de LiPo chega a 4,23V carregada, podendo ser usada até 2,8V (extremo), mas recomenda-se 3V (limite prático) ou até mesmo 3,2V (com margem de segurança, para garantir vida útil maior).

Ao colocar baterias ou células em série (2S, 3S, etc.), a tensão final (em Volts) aumenta, mas a capacidade em miliampére-hora se mantém. Assim, 3 células de LiPo 1200mAh (3,7V) em série terão 11,1V nominais, mas os mesmos 1200mAh.

Ao colocar baterias ou células em paralelo (2P, 3P, etc.) a tensão se mantém, mas a capacidade em miliampéres-hora (mAh) e a corrente máxima se multiplicam.

Assim, 2 células de LiPo 3,7V 1200mAh em paralelo (2P) continuam com os mesmos 3,7V, mas o conjunto passa a ter 2400mAh.
Editado pela última vez por alexcmag em 18 Jul 2008 08:23, em um total de 3 vezes.

Avatar do usuário
ATARI
Patrocinador
Patrocinador
Mensagens: 2618
Registrado em: 10 Mai 2004 19:13
Localização: SP-SP
Contato:

Mensagempor ATARI » 20 Out 2004 15:52

num vão "pinar" o topico no topo da lista ???

demoro !!!! :shock:

Avatar do usuário
Evoo
Equipe E-voo.com
Mensagens: 254
Registrado em: 15 Out 2004 11:57
Localização: São Paulo - SP
Contato:

Mensagempor Evoo » 20 Out 2004 19:48

Muito bom, Alex!
Minha Mobylete tá com o tanque furado e vou levar na quinta pra vc me ajudar a consertar. :wink:

Icaro
membro
Mensagens: 206
Registrado em: 13 Abr 2004 10:01
Localização: Americana.sp

Já adquiri errado?

Mensagempor Icaro » 21 Out 2004 17:55

compramos Panasonic NI-MH mas pelo visto ela não servirá então em nosso eps 100c.Que furada! pagamos 58,00 mangos...Vou tentar devolve-las obrigado pela explicação realmente vcs teem muita paciencia conosco!

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14807
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Re: Já adquiri errado?

Mensagempor alexcmag » 21 Out 2004 18:27

Icaro escreveu:compramos Panasonic NI-MH mas pelo visto ela não servirá então em nosso eps 100c.Que furada! pagamos 58,00 mangos...Vou tentar devolve-las obrigado pela explicação realmente vcs teem muita paciencia conosco!


Se as Panasonic forem AA, fica muito pesado pro EPS100C, seria mais indicado para um motor 400.

Se for AAA é ideal para um motor EPS100C.

Uso pack Panasonic AA com motor 400 e funciona muito bem, mas como já foi dito, todas estas baterias são falsificadas...

58,00 realmente é meio caro, sai mais barato comprar as Kan ou Saft, que são garantidas.

Mas as Panasonic NiMh (que deveriam ser 3300mAh mas são 1100mAh) que comprei são excelentes, então não custa tentar.

Se o pacote já estiver aberto, monte o pack sem soldar (encostando firme uma pilha na outra e prendendo os fios nas pontas com elástico forte, por exemplo, e teste quanto tempo alimentam seu motor com hélice sem baixar a rotação).

Se funcionar de acordo com o que você precisa, use-as.
Melhorando o mundo... uma linha por vez.

Avatar do usuário
Carlos César da Silva
membro
Mensagens: 4
Registrado em: 12 Jul 2004 17:14
Localização: Birigui - Sp

Duvidas spbre Bateria.

Mensagempor Carlos César da Silva » 22 Out 2004 16:24

Alex,

Adquiri um E-Starter da GWS c/motor EPS 400 C, vou usar 3 servos Pico Std e receptor do Futaba Atack 4 AM, Elice original EP 1060, ESC ICS 480.
Seu peso vai girar em torno de 400 a 500 g, dependendo da bateria ( a qual estou indeciso, devido minha inexperiência). Sua cargar alar vai girar em torno de 23 a 29 g.

Eu havia optado pela BP8N 750 AAA 8,4 V 750 mAh NiMh, original da GWS..fui alertado pelo Edgard que com essa bateria conseguirei voos de +/- 5 minutos. O Edgard voa esse mesmo modelo com uma bateria Li-po 1200 Etec.

Bom, mudei de ideia e quero comprar uma Li-po e carregador. O que vc acha desta bateria ? Etec ET HPV2 1.250-2S.

http://www.aircraft-world.com/shopexd.asp?id=2719

César Navirai Ms.

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14807
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 22 Out 2004 16:45

Boa opção, inclusive é mais leve que a GWS 750mAh. Com certeza vai voar bem melhor e por mais tempo.

Aproveite e compre um carregador Apache.

Este peso está excelente para um modelo deste tamanho com este motor. Não vi o do Edgard voando, só parado, mas deve ter um vôo excelente.
Melhorando o mundo... uma linha por vez.

Avatar do usuário
Carlos César da Silva
membro
Mensagens: 4
Registrado em: 12 Jul 2004 17:14
Localização: Birigui - Sp

Agradecimentos.

Mensagempor Carlos César da Silva » 22 Out 2004 16:51

Obrigado Alex e Edgard, com a colaboração de vcs e o conteudo do forum, ficou bem mais fácil iniciar no eletrico.

Abraços.

Ps: Posso postar fotos do modelo, mesmo sendo um ARF ??

Avatar do usuário
gustabmo
membro
Mensagens: 4337
Registrado em: 03 Mai 2004 21:58
Localização: Sao Paulo - SP
Contato:

Re: Agradecimentos.

Mensagempor gustabmo » 22 Out 2004 16:56

Carlos César da Silva escreveu:Ps: Posso postar fotos do modelo, mesmo sendo um ARF ??

Para ARF precisa antes do formulario JY-98 preenchido em 3 vias e com firma reconhecida!


Manda logo, queremos ver!!!! :D :D
Gustavo - São Paulo/SP

Avatar do usuário
Carlos César da Silva
membro
Mensagens: 4
Registrado em: 12 Jul 2004 17:14
Localização: Birigui - Sp

Mensagempor Carlos César da Silva » 22 Out 2004 17:01

Blz, vou postar..mas antes tenho que pega-lo em Navirai - Ms junto a meu sogro, pois eu estou no trabalho no interior do Paraguay.

Amanhã a tarde estarei indo busca-lo. Domingo a noite vou postar.

Abraços.

César.

Lightning
membro
Mensagens: 10
Registrado em: 12 Mai 2004 17:41
Localização: Brusque- Santa Catarina

Mensagempor Lightning » 17 Nov 2004 17:34

Blz pessoal

to começando no aeromodelismo elétrico mas acho que já fiz besteira...

Tenho 12 células de Ni-Cd, com 600 mAh, sendo 6 delas bem velhas ( tenho à uns 4 anos ) e as outras foram compradas recentemente ( só recarreguei uma vez ) e tenho tabém 6 células de 250 mAh também de Ni-Cd.

O problema é que muitas vezes eu descarreguei a bateria até ficar com menos de 0,8V por célula ( já chegaram à zero ) pensando que se eu não fizesse viciaria a célula. A pouco tempo, logo após recarregar as células, fui fazer um teste de bancada ( com as células velhas ) e as células descarregaram após uns 5 minutos e eu nem exigi uma carga tão alta. E esse fato se repetiu outras vezes .

O fato de eu ter descarregado muito as células ( abaixo de 0,8V ) pode ter a ver com a falta de carga? Ou são as minhas células que estão bagadas?

Obrigado desde já pela ajuda

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14807
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 17 Nov 2004 17:53

Toda bateria tem uma vida útil, com o tempo a química começa a se deteriorar e não funciona mais.

Descarregar abaixo de 0,8V por célula definitivamente reduz a vida útil. Provavelmente é o motivo de não segurar muita carga.
Melhorando o mundo... uma linha por vez.

Lightning
membro
Mensagens: 10
Registrado em: 12 Mai 2004 17:41
Localização: Brusque- Santa Catarina

Mensagempor Lightning » 18 Nov 2004 17:44

Mas no meu caso como só viz isso uma vez isso já reduz muito a vida útil
( estou me referindo as células novas, as velhas já eram )?

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14807
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 18 Nov 2004 17:50

O tempo dirá... O que tiver sido feito de estrago já está feito, não adianta mais se preocupar com isto.

Apenas carregue e descarregue como recomendado daqui para a frente, provavelmente ainda durará muito tempo.
Melhorando o mundo... uma linha por vez.

Avatar do usuário
ATARI
Patrocinador
Patrocinador
Mensagens: 2618
Registrado em: 10 Mai 2004 19:13
Localização: SP-SP
Contato:

Mensagempor ATARI » 03 Fev 2005 14:11

e so lembrando ... cuidado com as baterias compradas... verifiquem a procedencia ...

isso aconteceu com um amigo meu ... sorte q era pilha pra ser usada em camera ....
Anexos
pilha_1.jpg
pilha_1.jpg (42.72 KiB) Exibido 56818 vezes
pilha_2.jpg
pilha_2.jpg (42.95 KiB) Exibido 56817 vezes
pilha_3.jpg
pilha_3.jpg (41.88 KiB) Exibido 56817 vezes

Avatar do usuário
ATARI
Patrocinador
Patrocinador
Mensagens: 2618
Registrado em: 10 Mai 2004 19:13
Localização: SP-SP
Contato:

Mensagempor ATARI » 03 Fev 2005 14:12

continuando ....
Anexos
pilha_4.jpg
pilha_4.jpg (35.99 KiB) Exibido 56817 vezes
pilha_5.jpg
pilha_5.jpg (42.1 KiB) Exibido 56818 vezes

Avatar do usuário
jebrando
membro
Mensagens: 55
Registrado em: 12 Jan 2005 16:34
Contato:

Mensagempor jebrando » 03 Fev 2005 16:41

Pelo menos eram mesmo Panasonic! :lol:
João Brando
http://joaobrando.com
---------------------------
Juiz de Fora - MG

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14807
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 03 Fev 2005 16:53

Não necessariamente... As duas capas significa que foi falsificada duas vezes...
Melhorando o mundo... uma linha por vez.

Avatar do usuário
Marcelo dos Santos
membro
Mensagens: 34
Registrado em: 28 Out 2004 12:08
Localização: Piracicaba - SP
Contato:

Dúvida Li-Po 11.1V

Mensagempor Marcelo dos Santos » 12 Fev 2005 21:41

alexcmag escreveu:[*]Motor 350 (GWS EPS350C): LiIon 10,8V*1000mAh (com cuidado para não danificar bateria nem motor)


Olá amigos do fórum. Não entendi muito bem esse "cuidado" que se deve tomar.
O negócio é o seguinte: - comprei uma Li-Po 860mAh/11.1V
10C cont/15C burst (9A/13A)

Estou pensando em utilizá-la no meu motor EPS 350C com redução 5.33:1 e hélice 10x4.7

Já testei e percebi que o motor parece que vai pegar fogo, além de uma força fora do normal.

Pergunta:

Posso utilizar essa bateria no meu motor EPS350C com redução 5.33:1?
Posso utilizar essa bateria no EPS400 com redução 3.4:1?

Obrigado
Marcelo dos Santos
BRA11887
http://www.agsinternet.com.br/madri

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14807
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Re: Dúvida Li-Po 11.1V

Mensagempor alexcmag » 12 Fev 2005 22:29

Marcelo dos Santos escreveu:
alexcmag escreveu:[*]Motor 350 (GWS EPS350C): LiIon 10,8V*1000mAh (com cuidado para não danificar bateria nem motor)


Olá amigos do fórum. Não entendi muito bem esse "cuidado" que se deve tomar.
O negócio é o seguinte: - comprei uma Li-Po 860mAh/11.1V
10C cont/15C burst (9A/13A)

Estou pensando em utilizá-la no meu motor EPS 350C com redução 5.33:1 e hélice 10x4.7

Já testei e percebi que o motor parece que vai pegar fogo, além de uma força fora do normal.

Pergunta:

Posso utilizar essa bateria no meu motor EPS350C com redução 5.33:1?
Posso utilizar essa bateria no EPS400 com redução 3.4:1?

Obrigado


A capacidade máxima de descarga contínua da bateria é 10C * 860mAh = 8,6A

O consumo do motor 350 com 5,33:1 e hélice 10x4,7 a 11,1V = 11A no mínimo. Como 11 é maior que 8,6 não pode usar com esta bateria

O mesmo vale para o motor 400, que vai gastar uns 12A e também não vai poder usar.

Acho que sua bateria ficaria bom para um motor brushless, é muito fraca para motor 350 ou 400 e muito forte para motor 280 ou ips...
Melhorando o mundo... uma linha por vez.

Avatar do usuário
Carlos Gonçalves
membro
Mensagens: 878
Registrado em: 28 Dez 2004 16:19
Localização: Americana, SP

Mensagempor Carlos Gonçalves » 09 Mar 2005 12:23

Alex

Estou construindo um Stick todo em depron (inclusive a fuselagem, não aquele modelo com vareta). O mesmo tem 80cm de envergadura e 68cm de comprimento, tem perfil de asa plano-convexo e está com aproximadamente 200g com o trem de pouso. Ainda não coloquei linkagem, equipamento de rádio, motor etc. Com tudo isso, acredito que o modelo ficará entre 400g e 450g de peso total. Tenho uma hélice GWS 10X4,7 e estou para comprar um motor 400 com redução 3:1. Que bateria eu deveria utilizar com esta configuração? Um motor 400 com uma hélice dessa teria um consumo de aproximadamente 12A, correto? Será que posso tentar utilizar Direct Drive? Acredito que com um motor menor, o aeromodelo nem vai sair do chão.
Agradeço qualquer dica!!!

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14807
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 09 Mar 2005 14:06

Carlos Gonçalves escreveu:Alex

Estou construindo um Stick todo em depron (inclusive a fuselagem, não aquele modelo com vareta). O mesmo tem 80cm de envergadura e 68cm de comprimento, tem perfil de asa plano-convexo e está com aproximadamente 200g com o trem de pouso. Ainda não coloquei linkagem, equipamento de rádio, motor etc. Com tudo isso, acredito que o modelo ficará entre 400g e 450g de peso total. Tenho uma hélice GWS 10X4,7 e estou para comprar um motor 400 com redução 3:1. Que bateria eu deveria utilizar com esta configuração? Um motor 400 com uma hélice dessa teria um consumo de aproximadamente 12A, correto? Será que posso tentar utilizar Direct Drive? Acredito que com um motor menor, o aeromodelo nem vai sair do chão.
Agradeço qualquer dica!!!


Acho que está bem pesado, tem certeza de que é isto? Você não falou a corda da asa, importante para saber a carga alar, mas pelo tamanho estimo que seja em torno de 15cm, certo?

Esquece 400 reduzido, com hélice vai passar de 110g de peso a mais, e a velocidade menor vai fazê-lo voar muito perto do estol.

Mesmo que use o 400 direct drive, que fica mais leve e dá mais velocidade, vai passar de 400g, e portanto a carga alar vai passar de 33g/dm2. O 400 direct drive teria que rodar com 3S e hélice 5x3 para conseguir velocidade suficiente para voar com esta carga alar. Se for o caso, sugiro a Polyquest 1500mAh 3S que tem à venda no AsasElétricas ou uma bateria com características semelhantes.

E com esta carga alar com certeza vai ser um modelo muito rápido e crítico.

Passe mais detalhes do modelo, e que tipo de vôo pretende.
Melhorando o mundo... uma linha por vez.

Avatar do usuário
Carlos Gonçalves
membro
Mensagens: 878
Registrado em: 28 Dez 2004 16:19
Localização: Americana, SP

Mensagempor Carlos Gonçalves » 09 Mar 2005 16:53

Caro Alex

Além das características que lhe passei (80cm de envergadura, 68cm de comprimento, aproximadamente 200g, todo em depron 4mm - fuselagem, profundor e leme), a corda da asa tem aproximadamente 16cm, sem considerar o aileron (que ainda não fiz por falta de depron...).
Eu gostaria que o modelo voasse meio rápido, mas não muito, o suficiente para fazer algumas acrobacias básicas (loopings por exemplo).
Outra coisa, eu usei o perfil plano-convexo para fazer a asa, mas achei que ela ficou com o perfil do bordo de ataque muito grosso. Usei depron 4mm embaixo e 3mm em cima. O problema é que não considerei estes 7mm a mais na hora de fazer as nervuras, e o resultado final foi uma asa com perfil meio grosso. Usei duas varetas de fibra de vidro (vara de pesca) para fazer as longarinas.
Uso pequenas varetas de bambu para prender a asa com elásticos.
Estarei postando as fotos do meu modelo provavelmente hoje a noite.
Ah, eu já piloto modelos glow. Apesar de nunca ter pilotado elétricos, acredito que mesmo que o modelo não seja lento eu conseguirei pilotá-lo (com um pouco de prática, claro).

Obrigado de novo.

Um abraço

Carlos

Avatar do usuário
alexcmag
Equipe E-voo.com
Mensagens: 14807
Registrado em: 13 Fev 2004 12:13
Localização: Sao Paulo SP
Contato:

Mensagempor alexcmag » 09 Mar 2005 17:15

Sanduíche de depron pluma 4mm e 3mm realmente é um bom jeito de deixar pesado, já fiz isto também...

Perfil grosso quanto??? Qual a espessura da asa no ponto mais grosso?

Se for mais que uns 12% com certeza isto vai atrapalhar.

Bom deixando a espessura da asa de lado um pouco... Se são 16cm de corda e acrescentar mais 2cm de aileron já dá 18cm, portanto área de asa de 1,8*8 = 14,4dm2

Se ficar com 400g a carga alar será de 27g/dm2, meio alto mas viável. Se você já pilota Glow não terá dificuldade, apenas terá que treinar o dedo porque o modelo vai ter reações muito mais rápidas que um UglyStick a explosão, por exemplo.

Com esta carga alar o motor 400 reduzido com 10x4,7 ainda está descartado (teria que ser no máximo 20g/dm2 para este conjunto).

Se fosse meu eu usaria um motor 400 direct drive com hélice 5x3 e a bateria LiPo 3S que falei.

Com este conjunto deve subir rápido e fazer loops e rolls facilmente, mas por causa do perfil ficará tão neutro no vôo de dorso quanto o UglyStick original (apesar de que vôo de dorso até com o SlowStick, que não tem ailerons e a asa é casquinha, e é muito divertido).
Melhorando o mundo... uma linha por vez.

Avatar do usuário
Carlos Gonçalves
membro
Mensagens: 878
Registrado em: 28 Dez 2004 16:19
Localização: Americana, SP

Mensagempor Carlos Gonçalves » 09 Mar 2005 17:30

Valeu Alex... vou ver o que posso fazer. Até prefiro Direct Drive mesmo (fica mais barato... rs). Mas acredito que o problema maior seja a asa mesmo, que ficou com um bordo de ataque de uns 4cm (olhando de perfil). Vou tentar fazer outra assim que comprar mais depron, pois como ela é presa por elástico, fica fácil a troca.
O meu stick é mais ou menos como esse que é vendido pelo Asas Elétricas (vide foto). Assim que der, eu coloco as minhas próprias fotos!
Outra coisa: eu gostaria de entelar ele com fita adesiva colorida, comprada do Asas Elétricas. Isso acrescentaria muito peso???

Obrigado pelas dicas!

Um abraço

Carlos
Anexos
Stick.jpg
Stick.jpg (36.05 KiB) Exibido 56817 vezes


Voltar para “Baterias, carregadores, rádios e eletrônica”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Bing [Bot] e 5 visitantes